Maputo

Maputo
Da minha janela...

sábado, dezembro 24, 2011

Feliz Natal


Feliz Natal e Bom Ano Novo são os votos da familia Pratas!

sexta-feira, dezembro 23, 2011

Não havia lugar para eles...


Há poucos dias atrás, quando conduzia numa das principais avenidas de Maputo, deparei-me com esta imagem! Eram 8:23 da manhã, e o sol já ia bem alto.

A cidade teria acordado nessa quarta-feira para mais um dia de trabalho, e na Baixa o trânsito soprava de um lado para outro, qual vento sem direcção. Alguns atrasados para o trabalho, outros na busca das lojas onde comprar os desejados bens para a "festa da familia" que se aproxima.

Ali ao lado, entre buzinas, travagens e acelerações dos milhares de carros que percorrem a Avenida 25 de Setembro todas as manhãs, estão 3 crianças a dormir, alheias a tudo e ignoradas por todos. É algo que já nos habituámos a ver, diriam alguns. É a triste realidade de um país pobre, diriam outros. Mas o que é que eu posso dizer?

Bem, o semáforo ficou verde, e eu continuei o meu caminho em direcção ao meu destino. Aquela imagem ficou retida na minha memória mas também no meu telemóvel. Uma cidade com mais de 1 milhão de habitantes não tem lugar para estas crianças.

Esta história faz-me lembrar uma outra história passada há dois mil anos atrás, quando não havia lugar para hospedar uma criança recém-nascida e os seus pais.

"e ela deu à luz o seu filho primogênito, enfaixou-o e o deitou na manjedoura, porque não havia lugar para eles na hospedaria." (transcrito da Bíblia, em Lucas 2:7)

Aquele menino que tinha sido anunciado como o Salvador, e a luz que havia de brilhar sobre o mundo, não tinha lugar para nascer. Foi o mesmo menino que quando cresceu e começou a falar ao mundo daquilo que era a sua missão, foi rejeitado e entregue às autoridades para ser morto. Não havia lugar para Ele no mundo. O mesmo homem que morreu numa cruz, foi sepultado e ressuscitou ao terceiro dia, mas que não tinha lugar no coração dos homens.

Jesus já nem tem lugar na história de Natal, onde foi substituido pela árvore iluminada, pelos presentes embrulhados e pela mesa cheia do que muitos nunca ouvirão falar.

"O anjo porém lhes disse: Não temais; eis aqui vos trago boa-nova de grande alegria, que o será para todo o povo: é que hoje vos nasceu, na cidade de Davi, o Salvador, que é Cristo, o Senhor."
(transcrito da Bíblia, em Lucas 2:10-11)

Em vez de um menino que traz um notícia alegre para todos, aprendemos a conhecer o Pai Natal que traz presentes só para alguns.

Jesus não tinha lugar na hospedaria, no mundo, nem na sua própria celebração.
E no seu coração, existirá lugar para Ele?

Clique aqui para saber mais acerca de Jesus.

Feliz Natal!

sábado, dezembro 17, 2011

Natal no Hospital

Não foi transmitido pela televisão, nem teve artistas ou apresentadores famosos, mas foi certamente um dia diferente e especial para todos os doentes oncológicos internados no Hospital Central.

Esta tarde, no jardim adjacente ao Serviço de Oncologia, com a ajuda de muitas pessoas e algumas empresas, os doentes e algumas visitas foram acarinhados com um pouco de tudo, onde não faltou o ilusionista, o palhaço, as canções de Natal, o lanche e as tão esperadas prendas.

A todos aqueles que tornaram este dia possivel, o nosso muito obrigado, e FELIZ NATAL!








terça-feira, dezembro 13, 2011

Intervenção Comunitária

Estamos em Picoco, uma comunidade apenas a 40 km de Maputo, mas ainda com grandes necessidades, apesar de conseguirmos ver a capital no horizonte.




A maior parte das casas não tem electricidade nem água canalizada, e muito menos paredes de tijolos. Na verdade, a construção tradicional é feita de paus, pedras e matope (lama/barro) ou cimento, para os mais afortunados.

Para a familia que visitámos hoje, ter uma casa assim ainda é um projecto a longo prazo.
Encontrámos uma casa feita com matope e já muito degradada, protegida da chuva por antigos anúncios publicitários, e ao lado aquilo que um dia será a sua casa definitiva depois de colocadas as pedras, o cimento e a cobertura.




A nossa tarefa era mostrar a esta familia o nosso amor, e assim, cerca de 15 alunos da Formação 1-2-3 que realizámos durante a semana pôs mãos à obra e decidiu reabilitar uma destas paredes. A primeira tarefa é procurar pedras e encaixá-las cuidadosamente dentro da estrutura de ramos.


Depois da parede completa com pedras e entulho, é a vez do matope, ou neste caso, de colocar a massa.




Finalmente, os artistas posam para a foto e mostram o seu trabalho...



Chega então a vez de orarmos pela familia que ajudámos e celebrar no regresso ao acampamento!



segunda-feira, dezembro 12, 2011

KidsGames em Picoco, Boane

A tarefa final de uma formação em ministérios desportivos é organizar um programa com as crianças da comunidade, de forma a colocar em prática o conjunto de ferramentas e métodos aprendidos durante a formação, no uso de desportos/jogos, na interacção com as crianças, no uso de criatividade e da aprendizagem pela experiência para comunicar valores.

O dia começou um pouco chuvoso e frio, e com alguma dificuldade as crianças começaram a chegar ao local.



Algumas destas crianças não chegam sozinhas. Ás costas trazem os seus irmãozinhos mais novos, alguns deles com apenas alguns meses de idade, quando estas têm pouco mais de 6 anos. Esta é uma realidade social que acontece um pouco por todo o lado, em que as crianças são completamente expostas ao estilo de vida adulto, e privadas de uma infância e de um desenvolvimento normal.




Mesmo assim, o dia é para brincar muito, devolver sorrisos às crianças e ensinar-lhes coisas valiosas através de cada jogo ou brincadeira:


Saltar à corda

Puxa a corda

Carrinho de Mão

Salto em Comprimento

Cabra cega
 Apesar de toda a brincadeira, não pode faltar um tempo de reflexão sobre o que se fez, o que se aprendeu, e como a vida pode ser diferente apartir daquele dia, se todos fizermos a nossa parte.


sábado, dezembro 10, 2011

Formação 1-2-3 em Boane

Durante 6 dias, cerca de 21 jovens lideres de várias comunidades da provincia de Maputo, juntaram-se no Picoco, um bairro a cerca de 40 km da cidade de Maputo.

Os primeiros 35 km fazem-se numa estrada de alcatrão, mas os últimos 5 numa picada que já viu melhores dias.

Como não existe transporte público até ao local, é preciso andar a pé 5 km, ou arranjar boleia de algum automobilista simpático que ande pelas redondezas.

O melhor troço da picada, onde foi possivel tirar as mãos do volante para fazer a foto!
Já no Picoco, no centro da Juventude para Cristo, que nos cedeu as instalações, o grupo vai-se preparando para 6 dias intensivos. São apenas 4 salas, em 2 funcionarão como dormitórios, 1 como sala de aula e outra como refeitório. A cozinha é ao ar-livre, e as casas de banho, nos quintais dos vizinhos que graciosamente acederam ao nosso pedido.


Estudando variados assuntos, como Aprendizagem pela Experiência, Jogos Criativos, Métodos de Ensino, etc, os participantes vão sendo desafiados ao longo da semana para pensarem mais nas crianças e em como investirem os seus talentos na construção de uma nova geração de crianças e jovens com esperança num futuro melhor.

Álem das sessões teóricas, a formação tem uma forte componente prática onde todos são desafiados permanentemente a testarem os principios ensinados.


Planeando uma actividade prática

Discussão em pequenos grupos
 
Aprendizagem pela experiência

No último dia, a entrega dos Certificados a todos aqueles que completaram a Formação e o desejo que de apartir de hoje, tudo venha a ser diferente!