Maputo

Maputo
Da minha janela...

sexta-feira, dezembro 24, 2010

Feliz Natal



“ E, vendo eles a estrela, alegraram-se com grande e intenso júbilo. Entrando na casa,
viram o menino com Maria, sua mãe. Prostrando-se, o adoraram;
e, abrindo os seus tesouros, entregaram-lhe suas ofertas: ouro, incenso e mirra.”
Mateus 2:10-11


Queridos amigos,

Este é o 4º ano em que temos o privilégio de passar o Natal em África! Bem diferente do que estávamos habituados a celebrar, junto à lareira, com muita roupa quente, o nosso cenário está agora mais próximo da piscina, com t-shirts e Coca-Cola com muito gelo!

Apesar disso, e das poucas luzes de Natal que vemos nas ruas, não deixamos de pensar e de lembrar que nesta altura celebramos o maior acontecimento de toda a história da humanidade. O nascimento de um menino, adorado por uns e odiado por outros, que viria trazer ao mundo uma nova razão de viver, e a esperança de uma vida eterna e com significado.

Por aqui, em Moçambique, continuamos felizes por podermos partilhar esta notícia com todos os que Deus tem colocado no nosso caminho, e sabemos que para isso contamos com a ajuda de muitos amigos que longe da vista mas perto do coração, se têm preocupado connosco. Se esse é o seu caso, muito obrigado!

Que este Natal, seja também uma oportunidade de pensarmos naquilo que nós mesmos queremos oferecer a Jesus, tal como aqueles magos do oriente fizeram quando abriram os seus tesouros. Que o nosso “ouro, incenso ou mirra” seja aquilo que de mais precioso temos e que desejamos dar a quem deu o que de mais precioso tinha – a sua própria vida.

Obrigado por fazer parte da nossa família,

sexta-feira, dezembro 10, 2010

Nós e o gesso

Parece que a nossa familia tem uma certa predilecção pelo gesso!

Em Setembro de 2008, foi a Raquel,


Depois, em Maio de 2009, foi a vez da Mariana,


E agora, em 2010, foi a vez do nosso gato Pimpão!


Aceitamos propostas sobre quem será o galardoado em 2011!

domingo, dezembro 05, 2010

Roupas para quem precisa

Já passaram alguns meses desde que recebemos um contentor cheio de donativos vindos de Portugal, mas ainda temos muitas caixas de roupa, que nem sabemos o que contêm!
Na verdade, muitos têm sido os beneficiários de tanto carinho que recebemos, por muitas vias, e sempre que o fazemos, fazemos questão de que todas as pessoas que recebem roupas ou outros donativos, recebam de facto aquilo de que precisam.
Por isso é que são muitas as horas que gastamos antes que os bens cheguem a quem precisam.
Primeiro temos de abrir as muitas caixas e descobrir o que está lá dentro:


Depois, é preciso dividir por tipos de roupa e tamanhos e arrumar bem arrumadinho nas prateleiras:





E finalmente, voltar a encaixotar de acordo com as necessidades de quem vai receber. Desta vez, foram as crianças do Infantário 1º de Maio, em Maputo: