Maputo

Maputo
Da minha janela...

quinta-feira, fevereiro 07, 2008

A paz ténue...


Aparentemente a cidade está calma. Pelo menos a violência acabou - aquela das pedras no ar e dos pneus a arder. Porque há uma outra violência nas ruas - aquela de obrigar milhares de moçambicanos a caminhar dezenas de kilómetros a pé para poderem comparecer nos seus empregos. É que aqui não há tolerância de ponto, como em Lisboa, onde às vezes, as greves dos transportes até dão jeito para ficar em casa, ou ir para o shopping. Aqui nem há tolerância de funcionários, pois caso não apareçam é bem possivel que sejam substituidos.

E por causa dos poucos meticais que recebem, que pouco mais dão do que para um saco de arroz, açucar e óleo, lá vão eles todas as manhãs a caminhar para a cidade, e por incrivel que pareça, com um sorriso de quem já está habituado a sofrer.

Ontem fomos atendidos na farmácia por um rapaz extremamente simpático e que dizia que na noite anterior tinha levado 6 horas a chegar a casa (na mesma cidade...).
Esta manhã, por volta das 6:30, cumprimentámos uma senhora que acabara de chegar para trabalhar na casa ao lado, dizendo que tinha saído de sua casa às 2:30 da manhã, para não perder o emprego.

Hoje as escolas reabriram, apesar dos transportes continuarem em greve.
Segundo o governo, amanhã os transportes vão começar a andar, mas esta tarde os gasolineiros já informaram que iam entrar em greve. Algumas estações de serviço já não têm combustivel.

Carta aberta ao Presidente da Republica de Moçambique
Situação a caminho do normal, mas com falta de gasolina
“Chapas” voltam a circular?

Veja o Video da RTP:
Maputo continua sem transportes públicos

1 comentário:

  1. Ainda vais começar um novo ministério: "Transportes Pratas Lda" :)
    Um abraço. Deus te abençoe!

    ResponderEliminar